10 incríveis passeios próximos a São Paulo

Nem sempre conseguimos concretizar o que planejamos, infelizmente. Aqueles que amam viajar e estão sempre pensando em novos roteiros sabem bem disso! Ainda mais nesses tempos de crise financeira e dólar tão alto, pode ser difícil fazer aquela viagem dos sonhos, principalmente depois que a família cresce – e o número de passagens também. Orçamento apertado, gastos inesperados, férias canceladas… com surpresas de todo tipo, há momentos em que tudo parece conspirar pra manter a gente em casa. Mas pra quem adora uma estrada e não abre mão de uma escapada de vez em quando, a alternativa pode ser fazer passeios curtos, tipo bate e volta, conhecendo lugares próximos e aproveitando o que viajar com as crianças traz de mais especial: aquele aumento no nosso repertório de experiências em família!

Para quem mora nos arredores de São Paulo capital, há opções para todos os gostos: museus, parques, passeios de trem, trilhas, tudo bem barato e sem necessidade de hospedagem.

Pode-se começar por Paranapiacaba, um distrito da cidade de Santo André, que fica a pouco mais de 50 km da capital. A história desse lugar, por si só, já é uma atração: em meados do século XIX foi criada uma vila para alojar os trabalhadores que construiriam a primeira ferrovia do estado de São Paulo, que serviria para escoar o café produzido na região até o porto de Santos. Como a grande maioria desses trabalhadores vinha da Inglaterra, a vilinha ficou com uma cara muito inglesa – tem até uma réplica do Big Ben! Dois museus são imperdíveis: o Museu Ferroviário, onde ainda são mantidos muitos maquinários e peças originais, e o Museu Castelo, onde a história da vila é contada numa visita guiada. Passeio redondinho para um dia!

Todos os detalhes nesse post: O que fazer em Paranapiacaba com 2 malinhas

Bem pertinho da capital também fica o Templo Zulai, em Cotia. Independente da religião do visitante, o local é um oásis de tranqüilidade, com suas estátuas imponentes (e um pouco assustadoras!). Uma oportunidade excelente de conversar com os pequenos sobre as culturas orientais e sua forte simbologia.

Mais sobre o templo aqui: São Paulo – 7 dicas de passeios com crianças

A pouco mais de 70 km da capital fica Guararema, outra cidadezinha fofa que vem explorando seu potencial turístico já há alguns anos e que conta com pelo menos duas atrações imperdíveis: o Parque da Pedra Montada, onde é possível ver duas rochas enormes misteriosamente equilibradas uma em cima da outra, que dão nome ao parque, e o passeio de maria-fumaça, uma viagem de cerca de 40 min até o distrito de Luís Carlos, com suas casinhas coloridas que alegram a vista de quem chega.

Tem mais sobre Guararema aqui nestes posts: Roteiro em Guararema com 2 malinhas e 6 incríveis passeios de trem no Brasil

Na linha de museus imperdíveis, na região do Vale do Paraíba existem dois que a criançada vai amar com certeza e podem ser visitados no mesmo dia. O Memorial Aeroespacial Brasileiro fica em São José dos Campos, a cerca de 100 km da capital, e conta um pouco sobre a história da aeronáutica no Brasil. Do lado de fora, aviões, foguetes e lançadores de satélites de verdade; dentro, a história da aviação desde Santos Dumont, o primeiro carro movido a álcool do Brasil, mais a história do CTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial) e seu fundador. Tudo extremamente didático e, de quebra, uma localização privilegiada: o museu fica ao lado da Embraer, a fabricante brasileira de aviões.

Post completo sobre o MAB aqui: Memorial Aeroespacial em São José dos Campos

Um pouco mais adiante, na vizinha Taubaté, fica o Museu de História Natural de Taubaté, com um acervo interessantíssimo: mistura dinossauros – uma paixão da maioria das crianças – com muitos outros animais, do mundo inteiro. Há fósseis de verdade e muitas réplicas, e os animais são empalhados e distribuídos de acordo com o tipo e região de origem. Programa maravilhoso para adultos e crianças!

Mais sobre este museu e muitos outros aqui: Museu é lugar de criança sim!

E ainda nessa região, impossível desviar de Campos do Jordão, super famosa pelo seu clima mais friozinho, a 170 km da capital. Ao contrário do que pensa a maioria das pessoas, nem só de badalação no inverno vive essa cidade, e há opções deliciosas para passeios em família. Um deles é o Museu Felicia Leirner, uma área verde enorme onde a criançada pode correr solta e brincar de esconde-esconde entre as esculturas que ficam ao ar livre.

Maravilhoso também é o Parque Amantikir, onde foram criadas réplicas dos jardins típicos de vários países do mundo, um mais lindo que o outro. E quando o tempo permite, a visão do alto é sensacional.

Já na Floresta Encantada as crianças vão enlouquecer ao ver de pertinho e até entrar nas casas da Branca de Neve, do Papai Noel, dos coelhinhos… Entre um passeio e outro cabe uma refeição em algum dos ótimos restaurantes da cidade. O segredo é ir no verão, para aproveitar tudo sem o stress do trânsito.

Todas as dicas de Campos aqui: 6 lugares incríveis em Campos do Jordão

Em clima também de montanha e bem pertinho de Campos fica a pequena São Bento do Sapucaí, paixão dos ecoturistas, que abriga a famosa Pedra do Baú. Através de uma estradinha linda em meio às montanhas chega-se ao parque de onde partem as trilhas. Com os pequenos dá pra fazer tranquilamente a trilha do Bauzinho que, apesar de irregular, é bem curtinha e permite uma linda vista da região.

Post completinho aqui: Trilha do Bauzinho em São Bento do Sapucaí

Ainda na região do Vale do Paraíba, a cerca de 220 km da capital e encravada no alto da serra que leva a Parati, fica a fofíssima Cunha, uma cidadezinha charmosa que abriga um lugar mágico: o Lavandário. É bom ir preparado para tirar muitas e muitas fotos, os campos de lavandas e as montanhas ao redor são um cenário maravilhoso e inesquecível!

Outras fotos lindas nesse post: Lavandário em Cunha com 2 malinhas

Finalmente, mudando de rumo e indo em direção ao interior do estado, existem alguns lugares pouco conhecidos que valem a visita. O Museu da Água em Indaiatuba, próximo ao aeroporto de Viracopos, é perfeito para a família toda. Combina um museu propriamente dito, com bastante história e tecnologia, a um cenário formado pela represa e muita natureza em volta. A trilha em volta da represa é leve e perfeita para conversar com os pequenos sobre a importância do uso consciente da água.

Tudo sobre ele neste post: Museu da Água em Indaiatuba

Um pouco mais adiante, já em Salto, a 100 km de São Paulo, o Parque da Rocha Moutonée surpreende com seus dinossauros gigantes e a história da rocha, que mostra a evidência das eras glaciais. Salto também vem investindo no seu potencial turístico e o Memorial do Rio Tietê, a Ponte Pênsil e o recém inaugurado Parque da Ilha da Usina também merecem uma visita – ficam à beira da cascata que dá nome à cidade e fazem uma justa homenagem ao rio Tietê, tão importante para o estado de São Paulo.

Todos os detalhes sobre os passeios em Salto nestes dois posts: Parque da Rocha Moutonnée e outros passeios em Salto (SP) e Memorial do Rio Tietê e Complexo da Cachoeira em Salto com 2 malinhas

Qualquer que seja a distância, o bacana é aproveitar a oportunidade de viajar para estreitar os laços em família, conversar sobre os lugares, aprender mais sobre a vida, a história e a natureza!

*************************************

Este post foi originalmente publicado na 1a edição da revista Viagens com Filhos, juntamente com 35 outras matérias de blogs Experts em Viagens com Filhos.

Para baixar a revista gratuitamente basta acessar este link: 

https://www.viagenscomfilhos.com.br/p/revista.html

 

 Salve essa imagem no seu Pinterest –

Gostou? Compartilhe!

Planeje sua viagem!

Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.

Quem Somos

Somos uma família de 4: eu, Cíntia, engenheira de formação mas que sempre gostei de escrever e viajar; marido, que me acompanha nas viagens (mentais ou reais) desde 2009; e nossos 2 malinhas, Letícia e Felipe, atualmente com 12 e 10 anos, que carregamos por todos os lugares desde que ainda estavam na minha barriga. Às vezes somos 5, quando meu enteado, atualmente com 19 anos, nos acompanha – os malinhas amam quando o irmão mais velho está junto!

Fazemos Parte

Siga no Facebook

Siga no Pinterest

Siga no Instagram

Vá de carro

Compre suas passagens

Não viaje sem seguro

Leia com a gente

Posts Recentes

Continue entre Mochilas e Malinhas

11 respostas

  1. oi Cintia. Fiquei interessada no Memorial Aeroespacial Brasileiro em São José dos Campos e no Museu da Água em Indaiatuba. Anotado para quando tivermos alguns dias livres em São Paulo. Bjs

  2. Eu costumo dizer que não importa a distância, o que vale é viajar. Com certeza os bate-voltas são excelentes oportunidades de explorar o turismo interno e valorizar o que está tão pertinho de nós.
    :*

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *