6 programas gratuitos em São Paulo

São Paulo tem fama de cidade cara – e realmente pode ser, dependendo da sua programação. Mas assim como outras metrópoles, São Paulo também é bem democrática e é possível fazer programas deliciosos sem gastar um centavo. Abaixo uma lista de lugares gratuitos que já testamos e aprovamos 👇

1) Avenida Paulista

Ah, esse símbolo da cidade é sempre referência quando pensamos em São Paulo! Aos domingos a Avenida Paulista se fecha aos carros e é tomada por bicicletas, patinetes e pedestres, feirinhas e bandas de música para todos os gostos. Gente de todas as cores e línguas, famílias de todas as configurações, um lugar perfeito para mostrar diversidade real para as crianças. E ao longo da avenida há muito que ver e visitar também de forma gratuita: a Igreja São Luís Gonzaga, o Instituto Moreira Salles e suas exposições maravilhosas (além da sua perfeita vista para a avenida), o Conjunto Nacional e a Livraria Cultura que fica lá dentro, a feira de antiguidades no vão do MASP… a lista é extensa.

Já fomos diversas vezes andar pela Paulista e numa delas combinamos uma visita ao MASP e à Livraria Cultura, que gerou esse post aqui: MASP + AVENIDA PAULISTA COM CRIANÇAS

E a lista completa de atrações gratuitas na Paulista pode ser conferida aqui: 10 PONTOS TURÍSTICOS GRATUITOS NA AVENIDA PAULISTA

2) Parque do Ibirapuera

O Parque do Ibirapuera é outro símbolo de São Paulo com entrada gratuita. Um dos locais mais fotografados no mundo e um dos parques mais visitados da América Latina, tudo neste quadrilátero com mais de 150 hectares de área é enorme. Dentro dele há diversos pavilhões, sendo os mais famosos o Pavilhão da Bienal e a Oca, que têm sempre uma programação de exposições muito interessantes; há museus, como o Museu de Arte Moderna (MAM), o Museu de Arte Contemporânea (MAC) e o Museu Afro-Brasil; há um ginásio e um planetário; há monumentos, como o famoso Obelisco e o Monumento às Bandeiras; além de um conjunto de lagos lindos, cheios de aves. Mas dá também só pra caminhar, pedalar ou andar de patins, fazer um piquenique, levar as crianças num dos vários parquinhos, ou fazer uma caminhada monitorada (que necessita agendamento prévio e tem o custo de uma doação para o parque). 

No mês de dezembro o Ibirapuera ganha ainda um charme especial: uma linda árvore de Natal na beira do lago, além de shows de luzes em alguns horários pré-determinados.

Todas as informações sobre o parque, como o mapa, entradas, horário de funcionamento e agenda de eventos podem ser encontradas no site Parque Ibirapuera Conservação.

Mais sobre o Pavilhão da Bienal neste post: Pavilhão da Bienal: arte que abriga arte

3) Parque da Luz e Estação da Luz

Localizados no bairro do Bom Retiro, a Estação da Luz e o Parque da Luz (que fica em frente à estação) são símbolos de uma São Paulo antiga e tradicional que cresceu com a riqueza do café.  Por décadas o relógio da torre da estação foi referência para os demais relógios da cidade e de seus moradores, e os seus contornos dominavam a paisagem. Projetada por um arquiteto inglês e inaugurada em 1867, a estação passou por várias reformas e modificações – inclusive uma alteração importante no edifício nos anos 2000 para abrigar o Museu da Língua Portuguesa, que acabou pegando fogo em 2015 e tem previsão de reabertura em 2020 – mas sempre mantendo suas linhas originais. Hoje a estação é a segunda mais movimentada da cidade e atende o metrô e os trens da CPTM.

Já o Parque da Luz, originado de um Horto Botânico no início dos anos 1800, é o parque público mais antigo de São Paulo – anterior à estação, foi aberto ao público em 1825. Possui lindos jardins e abriga várias espécies de aves, e ainda conta com espelhos d’água e diversas esculturas espalhadas ao longo dos caminhos. Já foi muito mal frequentado mas passou por um processo de revitalização importante e hoje é possível passear por ele sem sobressaltos (embora seja bom ficar bem atento, pois a região ainda tem muitos mendigos e usuários de drogas).

E para fechar o passeio, ainda é possível visitar a incrível Pinacoteca do Estado, que fica junto ao parque, e o Museu de Arte Sacra, localizado do outro lado da avenida.

Para saber mais, tem a página do Jardim da Luz no site da Prefeitura de SP, e o post do nosso passeio pela região aqui: SÃO PAULO – 7 DICAS DE PASSEIOS COM CRIANÇAS

4) Beco do Batman

Uma galeria de grafites que surgiu por acaso em meio às vielas do boêmio bairro da Vila Madalena: esse é o Beco do Batman. Lá pelos idos dos anos 80, surgiu um desenho do homem-morcego num dos muros do bairro e tudo começou – estudantes de arte e artistas plásticos começaram a disputar os espaços nos muros e paredes, dando origem à fama. Aos domingos a principal rua dos grafites (a Medeiros de Albuquerque) fica tomada por barraquinhas vendendo artesanato e comida, uma delícia de passeio. Há também grafites e desenhos espalhados por outras ruas, e vale a pena perambular por ali sem pressa. Como os grafites são trocados de tempos em tempos, a cada visita o visual é diferente – e as fotos ficam lindas! E quando cansar, dá pra parar num dos vários barzinhos e restaurantes das redondezas.

Tem post nosso contando mais aqui: BECO DO BATMAN, UM REDUTO DE STREET ART EM SÃO PAULO

5) Museu de Zoologia da USP

Um museu que é um prato cheio para crianças (e adultos) que gostam de ciências! Se a preferência for por dinossauros e/ou animais pré-históricos então… O Museu de Zoologia da USP fica localizado no bairro do Ipiranga, numa casa antiga pertinho do Parque da Independência e do Museu do Ipiranga (cuja reabertura está prevista para 2022). O foco do museu é a biodiversidade, fruto da evolução dos seres vivos. Para os dinolovers, há réplicas de esqueletos de um carnotauro e de um tapuiassauro, um legítimo dino brasileiro, além de animais taxidermizados e uma sala cheia de insetos, peles de animais, ossadas e outras coisas que vão encantar os pequenos. Para os mais velhos, ver os ancestrais dos animais atuais é uma aula e tanto.

O museu promove muitas atividades também gratuitas, especialmente durante as férias escolares, e a agenda pode ser acessada pelo site MZUSP.

Mais detalhes da nossa visita no post sobre o Museu de Zoologia aqui: PASSEIOS ANIMAIS EM SÃO PAULO: MUSEU DE ZOOLOGIA DA USP E INSTITUTO BUTANTAN

6) Casa Melhoramentos

A Casa Melhoramentos foi inaugurada em 2018, no aniversário de 128 anos da Companhia Melhoramentos – uma das indústrias papeleiras mais antigas do Brasil e presença marcante no mercado editorial. Esse antigo prédio na Lapa abriga a sede da empresa no último andar mas passou a funcionar também como espaço cultural após uma reforma profunda, onde a fachada antiga foi mantida e o interior completamente renovado e modernizado. Vale dizer que o prédio é lindo por dentro.

Tivemos a chance de visitar a maravilhosa exposição Planetas de Ziraldo (parte das comemorações de 85 anos desse autor tão querido), que ficou em cartaz até meados de 2019. Mas a Casa tem sempre uma programação cultural super bacana que pode ser conferida diretamente no site e nas suas páginas no Facebook e Instagram. Já deixo a dica da programação desse Natal de 2019, que está maravilhosa!

Para saber mais da nossa visita, tem os detalhes neste post: VISITANDO A CASA MELHORAMENTOS EM SÃO PAULO


🔎🔍

👉 Quer mais sugestões de passeios em São Paulo? Tem muitas neste post aqui:

O que fazer em São Paulo com crianças: muitas dicas!

👉 São Paulo não tem só museus, tem parques incríveis também! Vale conferir uma lista deles nesse post Parques em São Paulo, pelo blog Viajando com a Cintia

👉 Vai se locomover de metrô pela cidade e economizar no orçamento? Tem post só com passeios baratos em São Paulo perto do metrô, pelo blog Viajante Econômica 

👉 Vai voar até São Paulo? O blog Fora da Zona de Conforto conta neste post como ir do aeroporto de Guarulhos até a Av. Paulista com qualquer orçamento 

👉 Procurando por hospedagem em conta na capital paulista? Tem dica aqui: Hostel em São Paulo, pelo blog Garfo & Mala

 👉 Quer dica de hospedagem na Avenida Paulista? Tem aqui: Meliá Paulista – uma ótima opção de hotel na Avenida Paulista, pelo blog Mapa na Mão

 

  Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-

Gostou? Compartilhe!

Planeje sua viagem!

Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.

Quem Somos

Somos uma família de 4: eu, Cíntia, engenheira de formação mas que sempre gostei de escrever e viajar; marido, que me acompanha nas viagens (mentais ou reais) desde 2009; e nossos 2 malinhas, Letícia e Felipe, atualmente com 12 e 10 anos, que carregamos por todos os lugares desde que ainda estavam na minha barriga. Às vezes somos 5, quando meu enteado, atualmente com 19 anos, nos acompanha – os malinhas amam quando o irmão mais velho está junto!

Fazemos Parte

Siga no Facebook

Siga no Pinterest

Siga no Instagram

Vá de carro

Compre suas passagens

Não viaje sem seguro

Leia com a gente

Posts Recentes

Continue entre Mochilas e Malinhas

15 respostas

  1. Ai, queria ter visto esse post antes da nossa viagem à São Paulo. Dessa lista de seis programas gratuitos ainda falta conhecer a Casa Melhoramentos e o Museu de Zoologia da USP, que deve ser muito legal. Dicas anotadas!

  2. Não conhecia a Casa Melhoramentos e tentarei visitar em breve. Moro no interior e vou sempre pra capital, sempre tentando fazer programas diferentes. Mas confesso que fico tentada a repetir sempre Beco do Batman e Avenida Paulista que são minhas partes preferidas da cidade rs.

  3. São Paulo é uma fonte inesgotável de opções. Ótimas sugestões de passeios gratuitos. Há lugares incríveis, listados aqui, como o Parque Ibirapuera com um conjunto de atrações!

  4. Há muito tempo não vou a São Paulo e sei que ainda há muita coisa por conhecer e desfrutar. Não conheço o Beco do Batman, Casa de Melhoramentos, Museu de Zoologia da USP e nem a Estação da Luz. Já estão todos na lista! Adorei as dicas!

  5. Amei a dica de programas gratuitos em São Paulo! Alguns como o Museu da USP e a Casa Melhoramentos eu nunca tinha lido sobre. Foi ótimo viajar com você até lá. Dicas anotadas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *