Search

Beto Carrero com chuva – nossas dicas

Conteúdo atualizado em 1 de setembro de 2023

Minha amiga leitora-mãe, meu amigo leitor-pai – se você tem filhos pequenos certamente já cogitou ir (ou já foi) ao mais famoso parque de diversões do Brasil: o Beto Carrero World. Se ainda não esteve lá, sua missão como mãe/pai ainda não foi completamente cumprida rsrs. Aqui podemos dizer que já cumprimos essa missão com louvor, pois já levamos os malinhas pra lá não uma, mas duas vezes, sendo que na segunda pegamos um dia 100% chuvoso.

>> Confira aqui o post contando da nossa primeira vez no parque: Beto Carrero com crianças pequenas <<

Pois esse post é para contar exatamente sobre essa experiência: como é o Beto Carrero com chuva? Dá para aproveitar? Os brinquedos funcionam normalmente? Qual a melhor maneira de aproveitar o parque mesmo tomando chuva – é só perrengue ou pode ser uma boa opção?

Beto Carrero com chuva: Como é o funcionamento do parque quando chove?

Vamos começar então do princípio: por ser um parque aberto, o Beto Carrero World funciona normalmente quando chove?

Nós também tivemos essa dúvida quando vimos a previsão do tempo para os dias que planejávamos estar lá. No site do parque, na aba Blog, há um artigo completo sobre isso. Copio aqui o trecho mais importante: Somente em casos extremos de tempestade com raios ou ventos muito fortes pode ser que os brinquedos parem temporariamente, até que o tempo melhore, em geral estas situações duram entre 30 e 50 minutos. Nossa equipe técnica segue padrões internacionais e indicações de cada fabricante.”  

>> Aqui o link para o artigo completo: Mesmo com chuva a diversão é garantida no Beto Carrero World

No dia chuvoso que estivemos lá realmente confirmamos que tudo funciona normalmente. Foi um dia de tempo completamente fechado, garoa constante e pancadas de chuva mais fortes ocasionalmente, mas sem raios ou ventos. Estão aí duas fotos em brinquedos diferentes comprovando que o parque estava funcionando.

Beto Carrero com chuva: Qual a melhor maneira de se proteger da chuva dentro do parque?

Naquele dia chuvoso vimos de tudo: gente com guarda-chuva, com capa de chuva, com galocha, com chinelo, embrulhada em saco plástico rsrs

Nós fomos desprevenidos (e esperançosos que o tempo se mantivesse apenas nublado) e acabamos tendo que comprar as capas vendidas no próprio parque, daquelas bem fininhas e praticamente descartáveis (disponíveis em 2 tamanhos, adulto e infantil, e vendidas em algumas das lojinhas espalhadas pelo parque). Capas de chuva mais reforçadas seriam ideais, pois são mais ajustadas ao corpo e protegem melhor, mas não levamos as nossas. Como estava frio, ficar molhado não era uma opção, por isso qualquer proteção era melhor que nenhuma.

devidamente protegidos

Galochas ou sapatos impermeáveis também seriam ideais. Na falta deles, tênis de couro bem fechados funcionaram bem. Não recomendo ir de chinelo de maneira alguma, pois a chance de escorregar é enorme – e em muitos brinquedos mais radicais é obrigatório tirar qualquer item que não esteja preso ao corpo, como bonés, gorros, bolsas e, com certeza, chinelos. 

Também vale o aviso que alguns trechos do parque ficam extremamente escorregadios quando molhados, mesmo com calçados adequados, por isso todo cuidado é pouco.

Guarda-chuvas podem também ser bem úteis, mas são chatos de carregar.

Em resumo: um boa capa de chuva e sapatos que não molhem facilmente são a melhor maneira de se proteger da chuva.

Beto Carrero com chuva: Dá para aproveitar o parque mesmo com tempo ruim?

Ideal, ideal mesmo para aproveitar o Beto Carrero em todo seu esplendor é dia claro, sem chuva e com temperatura amena, e de preferência vazio, não é mesmo? Mas lidar com perrengues em viagens faz parte da experiência de viajar, então é preciso ser pragmático e fazer do limão uma limonada (ou uma caipirinha, para os que apreciam).

Dá para curtir o parque com chuva? Dá, porque mesmo em período de férias nem todo mundo se anima a enfrentar o tempo ruim e o parque fica mais vazio – o que significa menos filas (uma tremenda vantagem na nossa opinião).

Tigor Mountain na garoa e com fila de 10 minutos

Não são muitos os brinquedos fechados, mas há algumas opções – entre elas o Raskapuska, o Auto-Pista (bate-bate) e as Xícaras Malucas. Mesmo assim, não há como fugir da chuva durante a espera nas filas. Lembrando que todas as atrações mais radicais são abertas.

Uma boa opção para os dias molhados são aquelas atrações onde se molha de qualquer jeito, como o Tchibum (nome bem autoexplicativo rsrs) e o Madagascar Crazy River.

reta final do Tchibum

Outra opção para um dia chuvoso no Beto Carrero são os shows. Todos acontecem em lugares fechados e há vários ao longo do dia – a tabela com os shows e respectivos horários pode ser consultada pelo aplicativo ou nas várias placas espalhadas pelo parque.

Um que super recomendamos é o Hot Wheels Epic Show. O show em si é ao ar livre, mas o público pode se proteger na arquibancada coberta.

funcionário enxugando a pista para o show do Hot Wheels

Nós assistimos também ao Madagascar Circus (que é bem voltado para crianças pequenas) e O Sonho do Cowboy, que é realizado sempre no final do dia, no anfiteatro dentro do memorial dedicado ao Beto Carrero. Bem famoso também é o Excalibur, pago à parte, mas não chegamos a ir. Além de serem em locais fechados, os shows também servem para aquela descansada estratégica entre uma andança e outra.

pausa da chuva no Raskapuska

Em resumo: Dá para aproveitar o Beto Carrero com chuva?

Talvez não daquela forma descontraída como seria num dia claro, mas é possível sim. Se estiver calor fica até mais fácil, pois o fato de se molhar não incomoda tanto. Nossa experiência com dia chuvoso foi em julho, com temperaturas na casa dos 17, 18oC, portanto ficar molhado aumentava muito a sensação de frio e incomodava bastante – e exigiu também umas pausas para que nos secássemos um pouco.

Mas de modo geral tudo correu bem, os malinhas se divertiram e no fim das contas algo assim é uma boa experiência para as crianças – afinal, nem tudo sai como planejado, nem nas viagens, nem na vida em geral, exigindo adaptação e flexibilidade.

Onde fica o Beto Carrero World

O Beto Carrero World fica na cidade de Penha, em Santa Catarina – antes de ir, vale pesquisar o que há pra fazer na cidade além do parque. Recomendamos a leitura desse post super completo do blog Mulher Casada Viaja: Onde Fica o Parque Beto Carrero e o que Fazer em Penha

Reserve sua hospedagem em Penha pelo Booking!

Booking.com

Se for alugar um carro, clique no link abaixo e faça uma cotação no nosso parceiro Rentcars!


Este post é parte de uma blogagem coletiva com o tema CHUVA E FRIO. Mais uma iniciativa do Grupo 8on8, onde um grupo de blogs desenvolve um tema comum, ilustrando com apenas 8 fotos e publicando no dia 8 de cada mês. Confiram os demais posts:


Salve essa imagem no seu Pinterest

 

Gostou? Compartilhe!

Planeje sua viagem!

Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.

Search

Quem Somos

Somos uma família de 4: eu, Cíntia, engenheira de formação mas que sempre gostei de escrever e viajar; marido, que me acompanha nas viagens desde 2009; e nossos dois malinhas, Letícia e Felipe, atualmente com 14 e 11 anos, que carregamos por todos os lugares desde que ainda estavam na minha barriga.

Fazemos Parte

Siga no Facebook

Siga no Pinterest

Siga no Instagram

Reserve sua hospedagem

Booking.com

Vá de carro

Viaje de ônibus

Reserve tours guiados e transfers

Não viaje sem seguro

Seguro Viagem Geral 2

Ofertas aqui

Compre livros e muito mais

Posts Recentes

Livros para refletir sobre o racismo

No mês da Consciência Negra, alguns livros para refletir sobre o racismo, suas origens e consequências, em tempos e países diversos.

Como é o Olival em Cunha

Como é a visita a um dos lugares mais bonitos de Cunha: o Olival, na serra entre Cunha e Paraty.

Continue entre Mochilas e Malinhas

Museus de Futebol para conhecer no Brasil

No país onde o futebol é paixão nacional e tema de todas as conversas, uma lista de museus e visitas guiadas para fã nenhum botar defeito.

11 respostas

  1. Ótimo post! No inverno com chuva a coisa complica um pouco né… a gente que mora próximo ao Beto Carrero acaba não indo em dias chuvosos… mas realmente é de se pensar que as filas diminuem muito né?

  2. É tão ruim quando vamos a parques de diversões com chuva né? Isso também aconteceu comigo, mas na Disney. Também utilizei capas, mas mesmo assim a diversão fica prejudicada né. Que pena que pegaram chuva… mas que bom que conseguiram aproveitar o parque mesmo assim

  3. Por aqui, o dever parental é cumprido na Disney (cumprido honrosamente) e por lá também apanhámos um pouco de chuva, mas não todo o dia, felizmente. Haja chocolate quente para aquecer e espírito aberto. No parque Astérix, tem uma máquina para secar as pessoas junto da atração parecido com esse Tchibum!

  4. É bem chato pegar chuva em viagem mas faz parte e acho que o espírito do viajante deve ser esse mesmo de vocês: se proteger e enfrentar. Já pegamos chuva em vários lugares pra onde viajamos. Com crianças dá muita peninha vê-los frustrados e já encaramos parque da Disney com chuva. Depois que passa vira história e o que foi perrengue pra gente nem sempre tem o mesmo significado pra eles.

  5. Cíntia, adorei a introdução do post. Já cumpri meu dever de mãe, também ahaha. Adoramos o Beto Carrero – sem chuva rsrs. O pior acho que é quando uma atração não acontece por causa da chuva, pegamos chuva várias vezes nos parques de Orlando e perdemos o grande show de encerramento no Hollywood Studios. Bom saber que Hot wheels aconteceu mesmo com chuva.

  6. Excelentes dicas sobre o Beto Carrero com chuva. Quando eu visitei o parque também peguei um dia com chuva fina. Como você disse há atrações que são cobertas e assim conseguimos fugir um pouquinho da garoa. Eu assistir o show de carros que também achei sensacional e o Excalibur. Apesar de ser pago à parte, ele tem almoço incluído então achei que valeu bem a pena.

  7. Oi Cintia, interessante saber da sua experiência no Beto Carrero com chuva. Acho que parque temático perde um pouco da alegria em dias assim, mas sempre dá pra gente aproveitar e se divertir né?
    Boa dica de usar capas de chuva! Elas salvam a gente de ficar molhado o dia inteiro, então é sempre bom levar uma boa capa na bolsa não é?
    Nunca estive nesse parque mas acho que adoraria conhecer! Aqui em casa os pais são mais crianças que o filho. Rs

    Bjs
    Mari

  8. Muito necessárias suas informações sobre como funciona Beto Carrero em dias de chuva. Imagino o incômodo das roupas molhadas durante o passeio. Que bom que deu pra aproveitar mesmo assim!

  9. Post de utilidade esse aqui hahhaha em Santa Catarina a chuva é algo constante, essas dicas de como aproveitar o Beto Carrero com chuva vai salvar muita gente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *