Search

Bate e volta de Buenos Aires: o que fazer em Tigre

Conteúdo atualizado em 22 de dezembro de 2023

Buenos Aires, a linda capital argentina, pode ser um destino completo por si só – mas para quem vai ter um pouquinho mais de tempo e quer ir além das atrações da cidade, a sua região metropolitana tem também algumas ótimas opções de passeios que podem ser feitos em um dia. E sem dúvidas um dos mais famosos bate-volta de Buenos Aires é a fofíssima Tigre, que fica a pouco mais de 30 km da capital.

Onde fica e como chegar em Tigre

Localizada a apenas 33 km do centro de Buenos Aires, a maneira mais fácil de chegar em Tigre é via trem metropolitano, uma extensão do Subte (o metrô de Buenos Aires). Os trens para Tigre saem da estação Mitre a cada 15 minutos, em média, e a viagem dura cerca de 50 min. Lembrando que, embora seja perto de Buenos Aires, a viagem é via trem metropolitano, que vai parando em todas as estações no caminho – e Tigre é a última parada dessa linha.

Todas as informações de horários e preços podem ser encontrados no site Trenes Argentinos Operaciones, de onde foi retirado o mapa esquemático abaixo.

Apesar de ser um trem metropolitano é bastante confortável e seguro, além de muito barato e estar integrado ao metrô. Aliás, fica a dica: durante nossa estadia de 5 dias em Buenos Aires nos locomovemos praticamente só de metrô, que funciona bem, é barato e leva aos principais pontos turísticos da cidade.

>> Leia nosso roteiro completo aqui: o que fazer em Buenos Aires em 5 dias <<

Atrações de Tigre

Passeio de barco pelo Delta do Tigre

Tigre é uma cidadezinha turística de apenas 30 mil habitantes e seu grande atrativo é o fato de se localizar no Delta do Tigre, um entroncamento de 3 rios (Tigre, Luján e Sarmiento) que forma uma série de canais e ilhotas. O passeio mais famoso – e quase obrigatório para todos os turistas que vão a Tigre – é o passeio de barco pelo Delta, onde é possível navegar em meio às ilhas e conhecer um pouco mais da história da região.

O interessante do delta é que suas ilhas são quase todas habitadas – são residências, escolas, comércios, pousadas – e todo o transporte é fluvial, pois além dos barcos turísticos, as pessoas se locomovem de uma ilha a outra de barco.

O passeio de barco é oferecido o ano todo, com a diferença que durante o inverno o passeio é feito em barcos fechados por causa do frio. Nós fomos em julho e estava mesmo muito frio! Mas ainda assim valeu a pena. Há várias agências na Estação Fluvial Tigre que oferecem o passeio ao delta, com algumas variações de roteiro e opções de paradas – chegando ali basta se informar e escolher o que melhor se encaixar no roteiro. Nós fizemos com a Sturla, uma agência bastante tradicional por ali.

Museus em Tigre

Tigre tem alguns museus muito interessantes e que valem a visita. Um deles é o Museo Naval de La Nación, à beira do rio Luján, que conta com um acervo bastante abrangente de maquetes, equipamentos, documentos e outros objetos relativos à marinha argentina, divididos em salas com diferentes temas.

Outro museu interessante é o Museo de Arte Tigre, que fica num lindo prédio histórico, que já foi clube e cassino antes de ser restaurado e se tornar museu em 1998. Conta com um rico acervo fixo de obras de pintores argentinos e uruguaios e também exposições temporárias de artistas contemporâneos.

Por último, o Museo Casa Sarmiento é um dos mais conhecidos de Tigre por se localizar em uma das ilhotas do rio Sarmiento. Ganhou esse nome pois até 1888 foi residência de Domingo Sarmiento, 7o presidente argentino, e hoje é um museu-biblioteca e um dos pontos turísticos apontados no passeio de barco.

>> Leia também: 3 museus para entender a História da Argentina <<

Outras atrações em Tigre

Para complementar o passeio de um dia em Tigre vale citar também o Mercado Puerto de Frutos e o Parque de La Costa.

Ao contrário do que o nome sugere, o Mercado Puerto de Frutos não é exatamente um mercado e sim um espaço ao ar livre com muitas opções de compras: artesanatos, produtos típicos da região, souvenirs de todo tipo – ou seja, um local bem turístico e não necessariamente interessante.

Já o Parque de La Costa é um grande parque de diversões daqueles bem tradicionais, com uma roda-gigante que se destaca na paisagem, alguns brinquedos bem radicais e outras atrações voltadas para crianças. Conta também com um parque aquático anexo, uma boa opção para dias de calor. Mas atenção que, fora de temporada, o parque só abre aos finais de semana.

Parque de La Costa – imagem do Instagram

Algumas dicas adicionais:

>> Quer ver neve na Argentina? O blog Caminhos Me Levem tem um ótimo post sobre inverno na Argentina, com muitas dicas para passear por lá e conhecer lugares lindos!

>> Combine sua viagem a Buenos Aires com Colônia do Sacramento, no Uruguai. Separadas apenas pelo Rio da Prata, vale a pena conhecer essa linda cidade histórica, num bate-volta ou – como recomendamos – passar ao menos uma noite em Colônia. Confira aqui nosso roteiro de um dia e uma noite em Colonia del Sacramento.


Faça uma cotação de seguro viagem no nosso parceiro Real Seguros!

Seguro Viagem Geral 2

Reserve visitas guiadas, excursões e transfers em Tigre pelo nosso parceiro Civitatis.


Este post é parte de uma blogagem coletiva com o tema BATE E VOLTA. Vale conferir os demais posts com roteiros incríveis!


Salve essa imagem no seu Pinterest

Gostou? Compartilhe!

Planeje sua viagem!

Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.

Search

Quem Somos

Somos uma família de 4: eu, Cíntia, engenheira de formação mas que sempre gostei de escrever e viajar; marido, que me acompanha nas viagens desde 2009; e nossos dois malinhas, Letícia e Felipe, atualmente com 14 e 11 anos, que carregamos por todos os lugares desde que ainda estavam na minha barriga.

Fazemos Parte

Siga no Facebook

Siga no Pinterest

Siga no Instagram

Reserve sua hospedagem

Booking.com

Vá de carro

Viaje de ônibus

Reserve tours guiados e transfers

Não viaje sem seguro

Seguro Viagem Geral 2

Ofertas aqui

Compre livros e muito mais

Posts Recentes

Livros para refletir sobre o racismo

No mês da Consciência Negra, alguns livros para refletir sobre o racismo, suas origens e consequências, em tempos e países diversos.

Como é o Olival em Cunha

Como é a visita a um dos lugares mais bonitos de Cunha: o Olival, na serra entre Cunha e Paraty.

Chegou o momento das férias

O período de férias do meio do ano é a oportunidade esperada para um merecido descanso e poder desfrutar de uma pausa que permita se

Museu Hering em Blumenau

Um museu interativo que reúne história, cultura e moda em Blumenau, através da história da Cia. Hering.

Continue entre Mochilas e Malinhas

14 respostas

  1. Oi, Cintia, Tigre é mesmo um ótimo bate e volta de Buenos Aires. Eu não fui, mas acho que hoje eu iria, porque passei a privilegiar passeios de barco. Acho super relaxantes e copmpensam os dias em que nos desgastamos batendo perna. Puxa, o Museo Casa Sarmiento é essa casinha protegida por cobertura de vidro? Que legal fazerem isso pra manter a casa, nunca tinha visto.

  2. Fizemos esse passeio em bate-volta também e super vale a pena. Ótimas e completas dicas no blog e realmente este bate-volta vale toda fama.

  3. Adorei a sua dica de bate e volta de Buenos Aires. Eu fiz o passeio de barco até Tigre, mas não parava na cidade. Era só mesmo pelo rio. Perdi a oportunidade de conhecer a cidade, que pareceu muito fofa. Na próxima oportunidade irei seguir as suas dicas.

  4. Ainda não consegui fazer esse bate e volta de Buenos Aires a Tigre, mas sou louca pra ir. Todos os comentários que ouço é que lá é lindo demais! e comprovei isso com seu post.

  5. Como morei na Argentina sou suspeita em falar, mas o que não faltam são boas atrações na região né. Esse bate volta pra Tigre é perfeito Amei suas dicas

  6. Que bate e volta show, Cintia! Adorei, também, saber dessa facilidade de locomoção em Buenos Aires e região metropolitana. Eu sou muito adepta de usar transporte público em viagens e seu relato vai ser muito precioso quando eu puder visitar Buenos Aires de novo. Eu fui lá há mais de 15 anos… rsrs! Está na hora de voltar! Abração!

  7. Gostei da indicação desse bate volta de Buenos Aires. Adoro aproveitar para dar essas escapadelas e conhecer o entorno. Já fizemos a San Isidro também de trem e gostamos muito. Beijocas

  8. Eu fiz esse bate e volta para Tigre ano passado, estarei lá esse ano de novo e vou fazer novamente hahahhaa amei conhecer e tem bastante coisa para fazer.

  9. Fui a Buenos Aires há muitos anos e morro de vontade de voltar. Na época não conheci muita coisa, mas dessa vez já estou pesquisando e amei essa dica de bate e volta a Tigre. Obrigada por compartilhar

  10. Curioso eu ter encontrado seu post justo hoje, pois uma amiga minha perguntou dicas de bate volta saindo de Buenos Aires e seu post ajudou muito! Vou inclusive repassar para ela! Obrigada pelas informações!

  11. Eu quero em breve viajar para Buenos Aires e gostei da ideia de fazer um bate e volta para Tigres. Fiquei interessada em fazer um passeio de barco pela Delta do Tigre. Que gracinha o Museo Casa Sarmiento!! A criança que habita em mim passaria algumas horas no Parque de La Costa rs

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *