Vale a pena comprar um Kindle?

Vale a pena comprar um Kindle? Essa é uma pergunta que a maioria dos leitores que lêem muito já deve ter feito a si mesmo – desde aqueles que têm um monte de livros em formato eletrônico no tablet ou celular até aqueles que amam manusear um livro em papel mas já não têm espaço (em casa ou no bolso) para adquirir mais livros. A tentação de ter um volume grande de livros disponíveis na palma da mão parece mesmo irresistível!

Mas afinal, o que é um Kindle? É um dispositivo vendido exclusivamente pela Amazon, capaz de armazenar milhares de livros (o mais simplesinho tem 8 GB de memória) e desenvolvido para proporcionar uma leitura agradável, simulando a leitura em papel.

Eu comprei um igualzinho ao da foto há um ano (presente de pandemia 🤓) e acho que já dá para fazer uma lista de prós e contras depois desse tempo de uso.

👍 Vantagens do Kindle:

↪ O tamanho. É pequeno, leve e cabe facilmente em qualquer bolsa ou mochila de viagem. A bateria dura dias (ou até semanas) sem necessidade de carregar.

 A praticidade. É possível levar um enciclopédia dentro dele e, especialmente no caso de livros mais grossos, é bem mais confortável segurar o kindle que o livro físico pesadão. Poder carregar mais de um livro no mesmo dispositivo também é uma mão na roda se você é um(a) leitor(a) que passa rapidamente de um livro para outro.

 O preço dos e-books. Livros em formato digital normalmente são bem mais baratos que os livros físicos, havendo inclusive uma grande oferta de livros gratuitos para quem souber procurar. Ou seja, é possível ler muito mais gastando muito menos.

↪ O conforto da leitura. Quando comparado ao celular ou tablet, o Kindle ganha de lavada no quesito conforto, pois é um aparelhinho pensado para não cansar os olhos do leitor. Ele também permite mudanças no formato das páginas e no tamanho das letras, o que ajuda no caso de livros com fontes pequenas ou muito apertadas, por exemplo.

 O controle durante a leitura. Nele é possível saber quanto tempo de leitura será necessário por cada livro, quantas páginas faltam para acabar o capítulo e o livro inteiro, a porcentagem lida, e outros números que só é possível acompanhar através de um aparelho eletrônico.

 Ter um dicionário sempre à mão. Não entendeu algum termo do texto? Basta marcá-lo que o próprio aparelho tem um dicionário e já te traz a definição da palavra desejada. Sem desculpa para entender aquele texto com termos difíceis/eruditos/antiquados!

 Poder ler uma prévia dos livros antes de comprá-los. Quem já não se arrependeu de ter investido num livro que se revelou uma roubada? Com o Kindle é possível fazer o download de amostras dos livros – você lê um pedacinho, vê se gosta ou não e só depois decide se vale a pena comprá-lo ou não.

 Só permite leitura. Apesar de precisar de acesso à internet para o download dos livros, o Kindle não acessa outros aplicativos “distrativos” (leia-se redes sociais e mensagens), que podem interromper a leitura a toda hora por conta das inúmeras notificações que recebemos a todo momento – funcionando exatamente como um livro em papel funcionaria.

👎 Desvantagens do Kindle:

– O preço. É preciso considerar a compra como um investimento, pois mesmo o aparelhinho mais barato custa caro (os modelos variam de R$300 a mais de R$1000 – consulte aqui os preços).

– Não é um livro de papel. Para quem gosta de segurar o livro físico, sentir o cheirinho do papel, de apreciar a capa e os detalhes da encadernação e da editoração, o Kindle pode ser uma decepção, pois esses detalhes se perdem no formato eletrônico.

– Não é bom para livros infantis. Por conta do tamanho e do limite de opções de visualização, livros com imagens ou com texto espalhado pelas páginas ficam muito difíceis de ler. Perde-se também o colorido e os detalhes das ilustrações, pois ele é projetado para leitura corrida (e os modelos mais simples não têm tela colorida).

Dito tudo isso, vale a pena investir num Kindle?

A resposta é: depende. Depende do tipo de leitor que você é e qual uso fará do aparelho. Para viagens, por exemplo, é perfeito – não sobrecarrega a mala e é possível variar a leitura sem carregar peso extra. Para o leitor que gosta de manusear o livro físico, pode ser uma decepção, pois a sensação é de que falta alguma coisa. Algumas pessoas também podem sentir que não se concentram na leitura em formato eletrônico da mesma maneira que ocorre quando lêem livros em papel – dependendo do assunto, também sinto um pouco isso.

No meu caso, eu ainda prefiro o livro em papel, mas adoro o conforto e a praticidade do Kindle e acabo me dividindo um pouco entre os dois, alternando o tipo de leitura.

E vocês, o que acham? Contem aí pra mim nos comentários!

👉 Já conferiram nossos posts sobre livros? Estão todos na tag Outras Viagens -> Viajar Sem Sair de Casa.

Para as crianças, tem lista de livros para viajar sem sair de casa, livros para os maiorzinhos, livros para viajar pelo Brasil e livros sobre dinossauros – todos testados e aprovados pelos malinhas!

Para os adultos, tem biografias de mulheres incríveis, livros onde o local é também um personagem, livros para viajar junto com os personagens, livros para refletir, livros sobre a Segunda Guerra Mundial e uma viagem pelos locais citados nos livros da autora Jojo Moyes.

 

 Salve essa imagem no seu Pinterest 👇-

Gostou? Compartilhe!

Planeje sua viagem!

Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.

Quem Somos

Somos uma família de 4: eu, Cíntia, engenheira de formação mas que sempre gostei de escrever e viajar; marido, que me acompanha nas viagens (mentais ou reais) desde 2009; e nossos 2 malinhas, Letícia e Felipe, atualmente com 12 e 10 anos, que carregamos por todos os lugares desde que ainda estavam na minha barriga. Às vezes somos 5, quando meu enteado, atualmente com 19 anos, nos acompanha – os malinhas amam quando o irmão mais velho está junto!

Fazemos Parte

Siga no Facebook

Siga no Pinterest

Siga no Instagram

Vá de carro

Compre suas passagens

Não viaje sem seguro

Leia com a gente

Posts Recentes

Continue entre Mochilas e Malinhas

8 respostas

  1. Ahh, tenho muita vontade de comprar um Kindle. Depois que li as vantagens, continuo achando que vale a pena. Ótimo post!

  2. Eu tenho um Kindle e apesar de amar o sensorial do livro de papel, acho que o Kindle vale super à pena! Principalmente pela praticidade de poder levar vários livros ocupando nada de espaço nem de peso na mala de mão!

  3. Vale muito a pena comprar o Kindle! Não precisar ter uma estante para guardar um monte de livros é muito prático. Para viajar também! Nada de peso na mochila. Amei o post!

  4. Eu também comprei um kindle no início da pandemia. Confesso que usei pouco. Mas acho que vale a pena comorar um se a pessoa lê muito e quer praticidade. Ótimo post, Cíntia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *