Livros para viajar junto com os personagens

Ler é viajar por outros lugares, outros tempos e outras vidas, não é mesmo? E quando as viagens dos personagens são parte importante da narrativa, é como se nos levassem junto! Eu particularmente adoro esse tipo de enredo e selecionei aqui uma lista de 10 livros em que viajamos para diferentes lugares junto com os personagens.

1- Noite em Caracas

Foi a primeira vez que li um livro ambientado na Venezuela – e confesso que o retrato é realmente bem assustador. Em Noite em Caracas, a autora descreve um cenário opressor na capital da Venezuela, com muita violência, anarquia e pobreza. No livro acompanhamos a história de Adelaida, que acaba de perder a mãe e, em sequência, perde a casa e as esperanças de voltar à vida normal (se é que se pode chamar de normal a realidade em que vive). Até que uma oportunidade pouquíssimo convencional de mudar de vida aparece – e a protagonista se agarra a ela e segue viagem rumo a um novo país e uma nova identidade. 

2- A Paixão de Tiradentes

Escrito a quatro mãos por um francês e uma brasileira, A Paixão de Tiradentes é uma história de suspense que mistura passado e presente, Brasil e França. Um estudante francês se muda para Ouro Preto após o assassinato da mãe em Paris, trazendo consigo um mistério envolvendo uma fortuna em diamantes – esse é um resumo da narrativa que mescla realidade e ficção usando fatos históricos (no caso, a Inconfidência Mineira e seus principais personagens). A parte do suspense é meio forçada, mas pelo enredo todo vale a leitura – e adianto que dá uma vontade enorme de viajar para Ouro Preto e as cidades históricas de Minas!

3- O Garoto no Convés

Do mesmo autor de O Menino do Pijama Listrado, O Garoto no Convés parte de um acontecimento real para criar uma história fictícia: em 1789, após completar uma missão no Taiti, o navio britânico HMS Bounty sofreu um motim no caminho de volta à Inglaterra. Seu capitão, junto a outros poucos marinheiros fiéis a ele, ficou à deriva em um bote por 48 dias, até serem resgatados por habitantes da costa do Timor. No livro, essa história é contada em primeira pessoa por um sobrevivente fictício dessa incrível viagem: o adolescente John, órfão que levava uma vida errante pelas ruas de Portsmouth, na Inglaterra. Por um caminho totalmente tortuoso ele acaba virando marinheiro no navio, e assim acompanhamos sua longa jornada de amadurecimento e sobrevivência.

4- Por Lugares Incríveis

Apesar de ser um romance infanto-juvenil, considero Por Lugares Incríveis um livro bem adulto por conta dos temas abordados: depressão e suicídio. Um casal improvável de adolescentes se conhece em uma situação igualmente improvável e juntos iniciam uma jornada de autoconhecimento e amizade. Ela, Violet, é uma garota popular na escola que se culpa pela morte da irmã; ele, Finch, é o esquisito da escola, que enfrenta a rejeição e os abusos do pai e vive períodos de depressão intensa. Unidos por um trabalho de geografia, engatam um relacionamento enquanto percorrem os insólitos pontos turísticos do estado de Indiana, nos EUA. Baseado em fatos reais vivenciados pela autora, o livro também virou filme, disponível na Netflix.

5- As Mulheres de Terça-Feira

Um livro sobre como uma viagem pode significar muito mais na vida das pessoas que o simples ato de conhecer lugares diferentes. As Mulheres de Terça-Feira conta a história de cinco amigas alemãs, com diferentes origens, personalidades e histórias de vida, que se encontram há anos no mesmo restaurante sempre na primeira terça-feira do mês. O ponto de partida da história é o fato de uma delas ter perdido o marido recentemente e encontrado um diário onde ele deixa inacabada a narrativa de sua peregrinação a Santiago de Compostela. As amigas decidem então empreender juntas o trecho que falta no diário, numa viagem que põe à prova a amizade delas e traz à tona duras verdades.

6- Vidas Provisórias

Escrito pelo renomado jornalista Edney Silvestre, Vidas Provisórias não é um livro leve. Separados por pouco mais de 20 anos, acompanhamos as histórias de Paulo e Barbara, brasileiros que imigraram do país por diferentes motivos. Paulo foge do Brasil no auge da ditadura militar e acaba indo parar na Suécia, onde se casa com a sueca Anna e forma uma família. Mesmo vivendo longe do Brasil, ainda é atormentado pelas lembranças da tortura que sofreu e de um triste parentesco. Barbara é uma jovem que sai do Brasil durante o governo Collor e vai para os EUA viver como imigrante ilegal, sem realmente se integrar ao país que escolheu viver. E apesar das dicas espalhadas ao longo da narrativa, só no final do livro é que entendemos como as histórias dos dois personagens estão interligadas.

7- Pequena Abelha

Mais um livro que não tem nada de leve, mas que conta uma história brutal de forma muito sensível – pode parecer impossível, mas é exatamente assim. Em Pequena Abelha as protagonistas são uma jovem adolescente nigeriana, chamada de “Abelhinha”, e Sarah, uma editora de revista inglesa e bem-sucedida. Seus destinos se entrelaçam numa viagem que Sarah e o marido fazem à Nigéria, que trará consequências trágicas para ambas. Anos depois, elas se reencontram na Inglaterra – uma como refugiada, e outra como recém-viúva – iniciando uma amizade que ajudará as duas a reconstruírem suas vidas. Contar mais que isso seria dar spoiler de uma história cheia de surpresas.

8- Los Angeles

A autora irlandesa Marian Keyes é muito conhecida pelas suas protagonistas femininas e Los Angeles não foge à sua fórmula de sucesso. Considerada a mais certinha de 5 irmãs, a única que leva uma vida estável e considerada normal, Maggie Walsh de repente resolve abandonar a pacata vida em Dublin, um ótimo marido e um excelente emprego para uma viagem sem data de volta para a cinematográfica Los Angeles. Com uma prosa bem-humorada e situações que beiram o surreal, é um romance leve e com final feliz, sempre batendo na tecla que as aparências enganam. E para quem gostar do estilo da autora, há um livro dedicado a cada uma das irmãs Walsh, sendo que o mais famoso e primeiro deles é o best seller Melancia.

9- Britt-Marie Esteve Aqui

Uma história de superação bem incomum com personagens às vezes pouco simpáticos – assim eu resumiria o enredo de Britt-Marie Esteve AquiA protagonista Britt-Marie deixa sua impecável casa, seu marido infiel e sua metódica rotina em alguma cidadezinha do interior da Inglaterra para viver em Borg, onde conseguiu um emprego. O autor sueco não dá pistas exatas de onde fica a fictícia Borg (suspeito que na Suécia, mas não há nada explícito no livro sobre isso), só informa que se trata de um lugar decadente, onde os poucos habitantes vivem tão desesperançados quanto Britt-Marie ao chegar ali. Com uma narrativa meio cômica mas ao mesmo tempo sensível, acompanhamos as mudanças na vida da protagonista e vamos aos poucos descobrindo a verdadeira pessoa que há por trás de suas regras e manias, assim como vemos como sua presença toca a vida das pessoas da cidade. 

10- A coisa terrível que aconteceu com Barnaby Brocket

Vendido como livro infantil, eu classificaria A coisa terrível que aconteceu com Barnaby Brocket como realismo fantástico, uma metáfora do que é nascer fora dos padrões em uma família “normal”. Nascido numa família “normal” da Austrália, com dois irmãos mais velhos “normais”, onde a “normalidade” é uma regra e uma qualidade cultivada com afinco, Barnaby sofre as consequências de ser motivo de vergonha o tempo todo para os pais por ser “diferente”: desde o nascimento, ele flutua. Não consegue manter os pés no chão. Para caminhar, é preciso carregar uma mochila cheia de pedras. Cansados dessa situação, seus pais decidem tomar uma ação drástica – e é aí que sua viagem começa: aos 8 anos, ele é abandonado à própria sorte, flutuando sem rumo. E assim ele vai parar no Brasil, na Irlanda, no Canadá, encontrando pessoas boas e más e vivendo incríveis aventuras, até retornar a Sydney. Um livro que provoca incômodos para pais e filhos, e gera reflexões importantes.

 

Que tal continuar viajando sem sair de casa através da leitura? Temos uma lista de posts bacanas com muitas sugestões!

 

– Salve essa imagem no seu Pinterest –

Gostou? Compartilhe!

Planeje sua viagem!

Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.

Quem Somos

Somos uma família de 4: eu, Cíntia, engenheira de formação mas que sempre gostei de escrever e viajar; marido, que me acompanha nas viagens (mentais ou reais) desde 2009; e nossos 2 malinhas, Letícia e Felipe, atualmente com 12 e 10 anos, que carregamos por todos os lugares desde que ainda estavam na minha barriga. Às vezes somos 5, quando meu enteado, atualmente com 19 anos, nos acompanha – os malinhas amam quando o irmão mais velho está junto!

Fazemos Parte

Siga no Facebook

Siga no Pinterest

Siga no Instagram

Vá de carro

Compre suas passagens

Não viaje sem seguro

Leia com a gente

Posts Recentes

Continue entre Mochilas e Malinhas

13 respostas

  1. Que lista maravilhosa, fiquei curiosa em ler alguns dos títulos, especialmente O garoto no convés por ter adorado O menino do pijama listrado.

  2. Adorei as sugestões de livros para viajar com os personagens! De todos esses, acho que só conhecia o "Los Angeles", mas já anotei outros para ler depois!

  3. Amei essa lista de livros para viajar com personagens. Gosto muito de ler e prefiro comprar quando tenho alguma ideia da historia pois posso sentir se faz meu genero. Complicado financeiramente falando e quando gosto de todos
    Excelente post !

  4. Lista maravilhosa de livros. Fiquei curiosa para ler todos, porque tem tanta variedade! De suspense a road trip juvenil. Não sei qual será o primeiro a escolher para ler. Dificil decidir ! rsrs

  5. Amei a lista de livros para viajar com personagens. Gosto de livros que misturam ficção com fatos históricos, como o A Paixão de Tiradentes. Vou ler! A dica de Los Angelas também é ótima. Eu li e gostei bastante. Curto os livros da Marian Keyes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *