Search

O que fazer em Blumenau além da Oktoberfest

Conteúdo atualizado em 3 de outubro de 2023

A cidade de Blumenau, no estado de Santa Catarina, é conhecida como capital nacional da cerveja. Por influência de imigrantes alemães que chegaram no Brasil entre o final do século 19 e começo do 20, são muitas as tradições germânicas que se mantiveram por ali – inclusive aquela de produzir a própria cerveja.

A influência alemã é tão grande que o próprio nome da cidade é uma homenagem ao seu fundador, o filósofo, químico e farmacêutico alemão Hermann Bruno Otto Blumenau, que chegou ao Brasil em 1850 com um grupo de 17 conterrâneos. Muitos foram os reveses sofridos pelo Dr. Blumenau assim que chegou aqui, mas depois de 30 anos a pequena vila se emancipou e se tornou cidade, ganhando o nome do seu fundador (a história completa da fundação de Blumenau pode ser vista no Mausoléu Dr. Blumenau, no centro da cidade).

E diante de todo esse cenário de “alemanização”, era natural que copiassem uma das festas mais tradicionais da Alemanha: a Oktoberfest, réplica da original que acontece em Munique, também é uma grande festa em Blumenau no mês de outubro, levando milhares de turistas até lá.

Curiosidade: a Oktoberfest de Blumenau só perde em tamanho para a Oktoberfest de Munique, sendo considerada a segunda maior festa desse tipo do mundo!

Mas Blumenau tem muito mais que Oktoberfest e pode ser uma ótima opção turística em Santa Catarina! Vamos listar aqui 8 razões para passear por Blumenau além da famosa Oktoberfest.


Se for alugar um carro, clique no link abaixo e faça uma cotação no nosso parceiro Rentcars!


1- O que fazer em Blumenau: Parque Vila Germânica

Vila Germânica em Blumenau

Uma combinação de centro turístico, com lojas, restaurantes e outras atrações, tudo com muitas referências alemãs: assim é a Vila Germânica, um ponto de parada obrigatório em qualquer roteiro por Blumenau. Inclusive é num pavilhão ali ao lado que ocorre a Oktoberfest no mês de outubro, mas durante os outros meses do ano há outros eventos. O calendário de festas e outras informações podem ser encontrados no site Parque Vila Germânica.

Além de lugares para comer e beber, ali há várias lojinhas, parquinho para as crianças e vários cantinhos para fotos bacanas, como essa aí de cima.

2- O que fazer em Blumenau: Tour pelas cervejarias

cervejarias em Blumenau

Na capital nacional da cerveja não poderiam faltar cervejarias, não é mesmo? E realmente não faltam, basta ter disposição e tempo para conhecer as principais cervejarias de Blumenau. Nós estivemos na Bierland, uma marca de cervejas artesanais em lata; na Cervejaria Blumenau, uma das mais famosas e premiadas; e também paramos na Container, uma marca de cervejas ao estilo inglês (inclusive há degustações à noite no pub onde fica a fábrica). Pertinho dessa última fica a Alles Blau, mas não chegamos a conhecer a cervejaria. Algumas delas oferecem visitas guiadas que precisam ser agendadas com antecedência, basta procurar as informações em seus respectivos sites. E todas ficam em bairros mais afastados do centro da cidade, mas para quem gosta de cervejas vale o passeio.

Para quem não quiser se deslocar muito, há a opção de conhecer a Eisenbahn Bierhaus, localizada ao lado da Vila Germânica, um bar e restaurante onde é possível experimentar o chope Eisenbahn e se deliciar com comidas típicas alemãs.

3- O que fazer em Blumenau: Tirar foto na frente da Prefeitura e caminhar pela orla do rio Itajaí

Orla do rio Itajaí

A foto em frente à prefeitura de Blumenau é um clássico para qualquer turista que esteja visitando a cidade: o prédio imponente, com aquela arquitetura típica alemã, é parada obrigatória e ponto de partida para conhecer o centro da cidade. Não à toa é a foto de capa deste post!

Do outro lado da rua, a linda Ponte de Ferro sobre o Rio Itajaí também rende fotos bonitas e a caminhada pela orla do rio, uma calçada larga ao longo da Av. Pres. Castelo Branco, tem uma vista linda e é uma opção de caminho para o centro histórico da cidade.

4- O que fazer em Blumenau: Andar pela Rua XV de Novembro

Mausoléu Dr. Blumenau

Uma das principais ruas do centro da cidade de Blumenau, a rua XV de Novembro é paralela à Av. Castelo Branco e conhecida com “museu a céu aberto” por conter vários prédios históricos que hoje, apesar da fachada restaurada, funcionam como comércios diversos. Entre os pontos mais conhecidos se destacam o Castelinho (um lindo prédio antigo que hoje é uma loja de departamentos), o Teatro Carlos Gomes e a Praça Dr. Blumenau, ponto final da rua e onde ficam também o Mausoléu Dr. Blumenau, a Secretaria de Cultura e o Monumento dos Imigrantes. Do outro lado da rua, nesse mesmo ponto, fica o Museu da Cerveja (que infelizmente não conhecemos pois estava em reforma).

Vale destacar aqui o Mausoléu dedicado ao fundador da cidade: ali estão expostos a história da família, objetos pessoais e também os restos mortais do Dr. Blumenau e sua esposa (ambos morreram na Alemanha mas retornaram ao Brasil depois de alguns anos).

5- O que fazer em Blumenau: Visitar o Museu da Família Colonial e o Parque Edith Gaertner

Museu da Família Colonial

Bem pertinho do Mausoléu, um pouco mais à frente, fica o Museu da Família Colonial. Nessa casa de estilo típico enxaimel (uma das primeiras construídas na cidade) viveram algumas famílias de imigrantes e ali estão expostos muitos objetos, documentos e outras curiosidades, que mostram como era a vida deles em meados do século 19. A visita é guiada e vale pelo interesse histórico.

Já nos fundos do museu fica o Parque Horto-Botânico Edith Gaertner e seu famoso cemitério dos gatos. Edith era uma das herdeiras do Dr. Blumenau e teve uma vida agitadíssima fora do Brasil até se estabelecer novamente em Blumenau. Solteira e sem filhos, foi ela quem doou a casa à cidade após sua morte. O jardim que foi batizado com seu nome tem mais de 4 mil metros quadrados, e uma área muito conhecida: um cemitério onde estão enterrados os gatos que D. Edith teve ao longo da vida. Diz-se que ela não era bem vista na cidade (por ter sido atriz e levado uma vida muito moderna pra época) e muito solitária, por isso sua companhia eram os gatos. Meio triste mas bem pitoresco, não é mesmo?

6- O que fazer em Blumenau: Conhecer a Vila Itoupava

Centro Turístico e Cultural da Vila Itoupava

A Vila Itoupava é um distrito de Blumenau distante 25 km do centro da cidade, e é um dos lugares de Santa Catarina onde as tradições alemãs estão mais preservadas – para se ter ideia, ainda é muito comum encontrar por lá famílias que só falam alemão. E nas escolas municipais, o alemão é mais falado que o português!

A vila em si é bem pequenina e predominantemente rural. Seu principal ponto turístico é o Centro Turístico e Cultural da Vila Itoupava, que fica um pouquinho antes da entrada da vila: um prédio que foi uma cervejaria por 80 anos, atualmente funciona como um centro cultural e histórico. No acervo constam máquinas e equipamentos da antiga cervejaria Feldmann (que produziu cerveja até 1978) e um passeio guiado pela história dos imigrantes alemães que se estabeleceram ali na região (a guia que nos atendeu era uma moradora local simpaticíssima!).

7- O que fazer em Blumenau: Visitar o Museu Hering

Museu Hering

Poderia ter sido só uma história de sucesso de dois irmãos imigrantes que se deram bem no Brasil, mas a Hering virou muito mais que isso. Marca super conhecida dos brasileiros, a empresa nasceu do sonho de dois irmãos alemães (hering, em alemão, significa arenque – daí o logo da marca, os dois peixinhos cruzados) que imigraram para a região de Blumenau e montaram uma tecelagem. Ao longo dos anos, a marca passou das simplórias camisas de malha de algodão a símbolo de moda casual e confortável.

No Museu Hering, localizado no bairro do Bom Retiro, pode-se acompanhar a história dessa famosa companhia dividida em três: a história da família em si, em fotos e documentos de época até hoje; o desenvolvimento da indústria na região, através do maquinário e da tecnologia; e por fim o olhar da empresa sob a ótica feminina – as mulheres sempre foram a maioria da mão de obra nesse tipo de indústria. E os mais velhos vão se deliciar com uma parte específica do acervo: as antigas propagandas da marca, que certamente despertam memórias!

Confira nosso post completo sobre o museu aqui: Museu Hering em Blumenau

8- O que fazer em Blumenau: Fazer compras nas lojas de fábrica

lojas de fábrica em Blumenau

A região do Vale do Itajaí, da qual Blumenau faz parte, possui um indústria têxtil riquíssima! Muitas das marcas que conhecemos no resto do país têm seus centros fabris por ali, várias delas localizadas entre Blumenau e Pomerode (que são bem pertinho uma da outra). Entre as marcas famosas que têm lojas de fábrica na região estão a Hering e a Karsten.

Há várias outras lojas de fábrica que valem a pena conhecer, e estão todas neste post: Onde fazer compras em Blumenau e Pomerode – só fica o alerta de excesso de bagagem, caso a empolgação de compras seja muita!


Blumenau fez parte de uma viagem que fizemos ao Vale Europeu catarinense – confira os outros posts dessa viagem!


Encontre sua hospedagem em Blumenau pelo Booking!

Booking.com

Este post é parte de uma blogagem coletiva com o tema FERIADOS E DATAS ESPECIAIS. Mais uma iniciativa do Grupo 8on8, do qual fazemos parte, onde os blogs integrantes desenvolvem um tema comum, ilustrando com apenas 8 fotos e publicando no dia 8 de cada mês. Vale conferir os demais posts!


Salve essa imagem no seu Pinterest

Gostou? Compartilhe!

Planeje sua viagem!

Utilizando os links dos nossos parceiros abaixo, você não paga nada a mais e nos ajuda a continuar produzindo conteúdo bacana e atualizado.

Search

Quem Somos

Somos uma família de 4: eu, Cíntia, engenheira de formação mas que sempre gostei de escrever e viajar; marido, que me acompanha nas viagens desde 2009; e nossos dois malinhas, Letícia e Felipe, atualmente com 14 e 11 anos, que carregamos por todos os lugares desde que ainda estavam na minha barriga.

Fazemos Parte

Siga no Facebook

Siga no Pinterest

Siga no Instagram

Reserve sua hospedagem

Booking.com

Vá de carro

Viaje de ônibus

Reserve tours guiados e transfers

Não viaje sem seguro

Seguro Viagem Geral 2

Ofertas aqui

Compre livros e muito mais

Posts Recentes

Livros para refletir sobre o racismo

No mês da Consciência Negra, alguns livros para refletir sobre o racismo, suas origens e consequências, em tempos e países diversos.

Como é o Olival em Cunha

Como é a visita a um dos lugares mais bonitos de Cunha: o Olival, na serra entre Cunha e Paraty.

Continue entre Mochilas e Malinhas

Museus de Futebol para conhecer no Brasil

No país onde o futebol é paixão nacional e tema de todas as conversas, uma lista de museus e visitas guiadas para fã nenhum botar defeito.

10 respostas

  1. Sabia dessa herança alemã de Blumenau, mas não fazia ideia que o Octoberfest local é o segundo maior do mundo! Você recomenda visitar a cidade uma vez durante o festival cervejeiro e outra noutra época do ano, para aproveitar todas estas atrações. Deve ficar uma confusão no mês de Outubro, né?

  2. Excelente roteiro de o que fazer em Blumenau além da Oktoberfest. Estive na cidade em 1 dia quando fui para SC e fiz alguns programas bem parecidos. Uma pena que era Carnaval e o Museu da Hering estava fechado. Bateu saudades aqui.

  3. O Sul do nosso Brasil é lindo demais hein! Da região só conheço Curitiba e adorei. Foi muito bom encontrar esse post sobre o que fazer em Blumenau além da Oktoberfast, pois a cidade é muito rotulada pela festa e pensamos que só vale a pena ir na época do evento.

  4. Tem muita coisa pra fazer em Blumenau né? Muitos conhecem a cidade só por conta da Oktoberfest e esquecem do restante. Fui em quase todos os lugares que recomendou. Boas dicas

  5. Ando desde 2019 para ir à Oktoberfest em Munique, mas com a pandemia não deu. Não sabia que existia uma no Brasil. E achei a cidade muito interessante.

  6. Cada vez que leio um post sobre Blumenau fico encantada. Parece ser um local absolutamente maravilhoso e com uma atmosfera muito própria

  7. Eu queria mesmo era viajar para Blumenau na data da festa, mas vou agora em abril e acho que já vai ser uma ótima viagem né? Parece ter muito mais do que eu imaginava na cidade. Obrigada por compartilhar

  8. Cíntia, estivemos em Blumenau há muitos anos, e nos vestimos com as roupas típicas na Vila Germânica para fotos, foi uma recordação bem legal. Além disso, também visitamos uma cervejaria e caminhamos ao longo do rio. Foi bom ver sua lista de o que fazer em Blumenau, deu pra ver que naquela época não vimos tudo por falta de informação.

  9. Este post com dicas do que fazer em Blumenau além da Oktoberfest é muito importante. Muita gente foca apenas no festival e perdem outras ótimas atrações. Adoraria conhecer a Vila Itoupava, o Museu da Família Colonial e o Parque Edith Gaertner.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *